Se você precisa aumentar as vendas do seu negócio, uma boa maneira de prospectar clientes é criar relacionamentos pelo LinkedIn. A rede social é totalmente voltada para o meio empresarial e as pessoas que estão ali têm interesse em trocas de experiências profissionais e também firmar parcerias. Logo, é uma grande vitrine conquistar novos negócios.

Apesar de a rede ter cada vez mais popularidade, ainda são poucos os empreendedores ou profissionais liberais que tiram o máximo de proveito do que o LinkedIn oferece. Por conta dessa realidade, desenvolvemos este artigo!

Nosso objetivo é fazer com que você consiga novos leads e os transforme em clientes usando o LinkedIn. Pronto para aprender a se dar bem na rede social do mundo corporativo? Então é só acompanhar o artigo de hoje e aprenda a criar relacionamentos pelo LinkedIn.

Entenda o que é o LinkedIn e para que ele serve

O LinkedIn é uma rede social voltada totalmente para os negócios, criada em 2002 pelo empresário americano Reid Hoffman. Com o passar dos anos, ele se tornou a mídia mais influente e utilizada no mundo corporativo. É por isso que você não pode ficar de fora dele!

De acordo com a própria rede social, o LinkedIn tem hoje mais de 562 milhões de usuários cadastrados em todo o mundo. Só no Brasil, o número de pessoas que têm conta na rede social ultrapassa os 30 milhões.

Logo, o LinkedIn é a rede social ideal para quem está procurando por um bom emprego, precisa fazer novas parcerias profissionais ou fechar vendas, no formato social selling.

Porém, apenas criar uma conta no canal não é suficiente. Existem muitos usuários e você deve se destacar entre eles, para não ser apenas mais um na multidão.

É preciso ter um perfil atraente e apostar em conteúdo interessante, que faça com que você realmente possa desenvolver bons relacionamentos pelo LinkedIn.

5 itens que não podem faltar em um perfil no LinkedIn

Para que você possa construir bons relacionamentos pelo LinkedIn, o seu perfil precisa ser caprichado. Criamos uma lista com alguns itens imprescindíveis, que não podem ser ignorados na rede social. Veja, a seguir!

1. Foto bem produzida

A foto do LinkedIn precisa passar uma imagem profissional e séria. Por isso, vale a pena tirar um tempinho para produzir essa  fotografia, que pode ser até mesmo uma selfie, feita com o celular.

Você pode fazer a foto em qualquer local em que haja uma parede branca, sem nada que tire o foco do seu rosto. Também evite o uso do flash ou lugares com uma iluminação artificial muito forte, que possam deixar a luz “estourada” na fotografia.

Se for fazer uma selfie, posicione a câmera um pouco acima do rosto e olhe para cima. Essa técnica enfatiza os olhos, que geralmente são a parte do corpo que passa mais confiança. Pois quando você vai falar sério com alguém, gosta de ter uma conversa olho no olho, não é?

Sobre as roupas, a única contra indicação são camisas ou blusas de alça, bem como as com gola muito avantajada. Afinal, elas podem tirar a atenção principal do seu rosto.

Para as mulheres, também é interessante que a maquiagem seja discreta, sem cores muito pesadas ou chamativas, que não seriam adequadas para um ambiente empresarial, por exemplo.

2. Informações públicas

Além de subir uma foto, você também precisa personalizar a sua URL e preencher as informações solicitadas, como a indústria e o setor, corretamente. Também crie um bom título para o seu perfil.

É importante que todas essas informações fiquem públicas, ou seja, que possam ser visualizadas por qualquer usuário que entrar no seu perfil. Lembre-se que você poderá vender tanto para quem já conhece, como para desconhecidos.

3. Resumo e destaques

Nessa parte do perfil, você deve fazer um pequeno texto de apresentação. Fale de você, sobre o curso que fez na universidade, experiências que teve nas empresas em que trabalhou, etc.

Ao produzir o texto, pense em palavras-chave, depoimentos e habilidades. A ideia é fazer um conteúdo bem informativo e persuasivo, que exalte todas as suas qualidades, mas de forma discreta, sem parecer algo “forçado” ou exagerado.

4. Formação e certificados

Para conquistar bons relacionamentos pelo LinkedIn, também é importante cadastrar as suas formações e certificados. Informe em qual universidade ou faculdade você fez os seus cursos de graduação e pós-graduação, bem como outros treinamentos relevantes que tenha desenvolvido como formação complementar no decorrer da carreira.

Também podem ser compartilhados certificados de cursos para habilidades comumente exigidas pelo mercado, como a proficiência em uma língua estrangeira.

5. Imagem de capa

Assim como a foto, escolha uma imagem de capa para o seu perfil. Nesse momento, seja criativo e ao mesmo tempo cauteloso. Afinal, como já dizia o filósofo chinês Confúcio, “uma imagem vale mais que mil palavras”.

A imagem de capa pode ser uma fotografia ou ilustração conceitual sobre a sua área de atuação. Um profissional de TI, por exemplo, pode colocar uma imagem que represente o universo tecnológico em que ele atua.

Também é uma boa ideia produzir uma imagem de capa com uma frase de efeito que traduza em poucas palavras o seu jeito de ser ou perfil profissional.

Entenda a mecânica por trás de uma rede de relacionamentos pelo LinkedIn

Como criar relacionamentos pelo LinkedIn?

O LinkedIn, assim como toda mídia social, se constrói de forma colaborativa, com publicações dos próprios usuários, que interagem entre si e publicam informações. Assim, as redes de relacionamentos se constroem e elas podem trazer mais ou menos resultados para você. Tudo depende da forma como você direciona os seus esforços nesse canal.

Raquel Recuero, pesquisadora da área de comunicação e autora do livro “Redes sociais na internet”, trabalha nessa obra uma ideia que chama de teoria dos laços. Para a estudiosa, sempre que uma pessoa faz uma conexão com outra em uma mídia social, está gerando um laço, que pode ser fraco ou forte.

Inicialmente, todos os laços são fracos e, com o passar do tempo, podem se tornar fortes ou não. É por meio da produção de conteúdo de qualidade, publicações interessantes e interações com outras pessoas, que um laço ganha força.

Essa é a mecânica por trás da formação de uma rede de relacionamentos pelo LinkedIn ou em qualquer mídia social.

De tal maneira, para ter êxito e conseguir boas vendas, a partir da sua rede de relacionamentos pelo LinkedIn, é preciso ser estratégico. Para isso, ter um planejamento de publicação e usar as ferramentas adequadas é o mais recomendado.

Vale lembrar que, o LinkedIn é uma das melhores redes para conseguir crescer e ter engajamento sem precisar de anúncios, ou seja, organicamente. Isso é possível, desde que você tenha um bom e crescente número de seguidores, um perfil bacana e poste com frequência.

Luís Caramurú, CEO da Sales Growth, por exemplo, já teve publicações que passaram de 8 mil visualizações, sem precisar investir nem um real para isso. Tudo de forma orgânica, trabalhando bem o perfil.

Para conquistar uma audiência crescente e resultado similar, você precisa interagir com quem interage com você! Responda todos os comentários, participe das postagens de outras pessoas e envie convites para quem visitar o seu perfil. Assim, os seus laços fracos são transformados em fortes e se tornam verdadeiros relacionamentos pelo LinkedIn.

Outra estratégia interessante é usar o Social Selling Index, ferramenta que ajuda a entender como melhorar o seu perfil, para ter mais resultados positivos no LinkedIn.

5 ideias de conteúdo para ter sucesso nos relacionamentos pelo LinkedIn

Você já deve ter compreendido que criar relacionamentos pelo LinkedIn demanda uma boa produção de conteúdo, não é mesmo? Afinal, são os materiais que você publica que farão com que os demais usuários tenham interesse de interagir com o seu perfil, se transformar em leads e, mais tarde, em clientes.

Por isso, desenvolvemos uma lista com ideias de conteúdo que convertem e que você pode incluir no seu planejamento para a rede social. Acompanhe!

1. Situações do dia a dia

Hoje, algo que está funcionando muito é o compartilhamento de situações do dia a dia com pequenas doses de humor. Sempre que algo interessante acontecer na sua rotina profissional ou no escritório da empresa, faça um pequeno texto e compartilhe no LinkedIn.

Tome cuidado apenas para a situação não parecer fantasiosa e passar a impressão de que a história não é real. Fale de forma simples e direta, como se fosse em uma conversa entre colegas.

2. Convites para webinar

Depois de terminado tempo de relacionamento, é chegado um momento em que você precisa levar a sua audiência do LinkedIn para outros canais. Geralmente são neles que os leads se tornam clientes e, nesse momento, é necessário ser muito estratégico.

Uma boa maneira para isso são as webinars, que são eventos ao vivo, como palestras virtuais, sobre um assunto que você domina e esteja relacionado com os serviços que você presta.

Um psicólogo, por exemplo, pode fazer um webinar para debater assuntos importantes, como a saúde mental no meio corporativo. Empresários que se preocupam com os seus colaboradores certamente terão interesse no tema e poderão se inscrever no evento digital para conferir as suas dicas.

A webinar serve como uma ferramenta de conversão, tendo em vista que os usuários que participarem dela, depois do término, podem manifestar interesse em seus serviços.

3. Downloads de materiais ricos

Assim como as webinars, uma boa maneira de levar o seu público do LinkedIn para outros canais, é por meio do oferecimento de materiais ricos. Eles podem ser e-books ou infográficos com informações sobre um assunto importante para os seus seguidores, por exemplo.

Para que os seus seguidores façam o download desses materiais, compartilhe o link de uma landing page com um formulário para ser preenchido. Assim, você terá em mãos dados importantes dessas pessoas, como o e-mail, o telefone, o endereço físico etc.

Logo, as informações compartilhadas podem ser usadas em estratégias para conversão de leads, como um fluxo de nutrição por e-mail marketing.

4. Mensagens diretas

Em determinados momentos, também vale o envio de mensagens diretas para os seus seguidores. Crie pequenos textos persuasivos, com uma boa abordagem de prospecção, mas sem parecer muito invasivo.

Para enviar as mensagens diretas é recomendado escolher conexões com as quais você já tenha tido algum contato, como comentários e curtidas nas publicações. Isso vai fortalecer os relacionamentos pelo LinkedIn.

5. Apresentações em PDF

Há quem diga que o envio de apresentações em PDF, com imagens e informações sobre o seu negócio também é uma boa maneira de conseguir bons resultados com os relacionamentos pelo LinkedIn.

Vale a pena tentar também esse tipo de conteúdo! Lembre-se que não existe uma “receita de bolo” para ter sucesso em uma rede social, mas sim diretrizes. Cada público ou persona é diferente e muitas vezes fazer testes, usando uma metodologia de tentativa e erro, é interessante.

Faça testes para saber como o seu público reage a cada tipo de conteúdo. Quando perceber que algo deu certo, invista na estratégia com mais vigor, para conquistar resultados cada vez mais positivos.

Se você seguir todas as dicas que trouxemos, prospectar e criar relacionamentos pelo LinkedIn se tornará muito mais fácil. Lembre-se, no entanto, que essa rede social tem canibalismo e, em seu próprio “help”, é explicado que o ideal é ter um post por dia útil, no máximo, para não perder a visibilidade.

Também existem algumas automações que podem ser usadas, sem nenhum problema, e que ajudam na prospecção. A Sales Growth pode ajudar nesse sentido, o auxiliando a implementar e usar essas ferramentas. Entre em contato conosco e saiba mais! 

E agora me conta, o que você tem feito para gerar mais relacionamentos pelo LinkedIn? 

 

Curso Pocket LinkedIn
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Pin It on Pinterest

Share This